A palavra é conteúdoWelcome to the HomeStyle shop!

A palavra é conteúdo

Nunca se falou tanto no assunto, aliás nunca produzimos tanto conteúdo quanto hoje. Mas será essa a ferramenta inovadora da década para todo e qualquer mero mortal se comunicar com assertividade? Hum! É hora de pensar.

De fato, o acesso à informação e o alcance da rede através da internet facilita o processo de pulverização de conteúdos dos mais diversos e isso é realmente incrível, afinal possibilita que qualquer pessoa, marca ou projeto se posicione e contribua para a formação de conhecimento em várias áreas. Agora vamos direto ao ponto, assim com jeitinho, mas vamos.

Produzir conteúdo não é coisa de hoje. Em 1900, a Michelin já desenvolvia o seu próprio guia de gastronomia para incentivar o consumo dos carros e logo em seguida grandes marcas do ramo alimentício já criavam livros de receitas – veja só! – que se tornaram uma verdadeira febre entre os consumidores. Sim, estamos falando de produção de conteúdo estratégica e isso não diminui o valor da entrega das informações, bem como o canal (até aquele momento, físico) não invalida o conceito que conhecemos hoje para a ferramenta. Então o que mudou? Bem, eu diria que o consumo do conteúdo mudou não somente pelos formatos como também e principalmente pelos produtores afinal, em pleno século XXI, nos achamos todos não apenas donos da verdade como super influenciadores. E somos, na proporção que seja.

Agora me diga: o que não é conteúdo? Tudo é conteúdo, mensagem, comunicação, digital ou não. Seu texto, seu jeito de fazer, sua ideia, seu estilo de vida, sua marca, aquele vídeo, a sua gíria, um slogan, uma série de gestos e até a fake news no WhatsApp do seu avô contém informação, portanto é conteúdo sim! Sendo assim, como é possível conferir destaque e relevância à sua produção? Aí vem a segunda palavra da vez: autenticidade. Com tantas possibilidades mundo afora e internet a dentro, o caminho é explorar soluções estratégicas com foco definido e totalmente com a sua cara (ou da sua marca, claro).

A palavra ainda vai ser conteúdo por muito tempo, por outro lado propósito e significado tendem a se aliar cada vez mais a ela como meios e fins e é preciso estar sempre um passo a frente para alternar entre um pássaro na mão e dois entregando a mensagem no tempo certo.

Stéfany Freu

Fonte da Imagem: Pixabay