Aprenda a manter o focoWelcome to the HomeStyle shop!

Aprenda a manter o foco

Se pesquisarmos o significado da expressão “ter foco” no dicionário, temos como resposta “ter um objetivo, estabelecer um planejamento, ser organizado e ter persistência para atingir as metas e alcançar o que se pretende”.

Porém, o foco (ou a falta de) é, definitivamente, um dos males do século XXI. Atualmente conseguir manter o foco se tornou algo raro, seja pelo fato de que estamos todos cada vez mais conectados ou seja porque o nosso cotidiano é repleto de atividades, há tantas coisas demandando a nossa atenção, que corremos sempre o risco de deixar para depois aquilo que deveria ser prioritário.

Essa brutal carga de informações tem muito a ver com nosso estilo de vida e certos hábitos que adquirimos. Um desses hábitos é estar sempre conectados e nos deixar interromper pelas mensagens e notificações dos dispositivos eletrônicos. Há também o hábito da multitarefa. Para ganhar tempo, fazemos pelo menos duas coisas simultaneamente: dirigir e falar no viva-voz do celular, comer e trabalhar, ler e-mails e assistir tv. Sim, o cérebro nos possibilita fazer uma tarefa mecânica, como caminhar, junto com uma que requer raciocínio, como conversar. Mas duas tarefas que utilizam raciocínio não podem ser feitas simultaneamente – e o que chamamos de “multitarefa”, nesses casos, é também uma alternância do foco de atenção.

Como se manter focado

“Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve”. Esta mesma frase se aplica ao nosso contexto pessoal e profissional, quando não sabemos, ao certo, quem somos, quais são os nossos objetivos, metas, sonhos, ou seja, qual é o nosso foco na vida.

Foco, por sua vez, é a capacidade de manter nossa atenção plenamente concentrada. Um profissional focado é aquele que consegue iniciar e terminar seu trabalho, sem interrupções, cumpre os prazos, é menos impulsivo e tem o poder de manter sua concentração, mesmo em meio aos barulhos externos, por exemplo. Podemos dizer ainda que um colaborador é focado, quando ele estabelece metas e objetivos, para sua carreira, e trabalha, avidamente, para realizá-las, uma a uma, e de acordo com o que foi planejado.

É muito importante que a pessoa, em sua vida pessoal, também consiga manter-se firme e concentrada na realização de seus desejos e sonhos. Sem este foco, o indivíduo tende a sentir-se, muitas vezes, perdido em relação aos seus objetivos e também incompleto. Para evitar que isso aconteça, é fundamental investir em autoconhecimento, de modo que isso permita à pessoa compreender quem ela é na essência.

Sem o foco você ficará perdido, cometendo erros ou dedicando seu tempo a concluir atividades que serão paliativos ou não te levarão ao seu objetivo final. Algumas dicas para ter foco são:

Aprenda a dizer NÃO – Seja claro sobre o que você realmente deseja alcançar. Escolha deliberadamente o que você vai fazer e coloque em sua lista de afazeres. O seu tempo é o seu bem mais precioso. Esqueça os objetivos que não lhe servem mais. Aprenda a delegar ou atribua tarefas que não são mais o seu foco e que já não fazem mais parte de suas prioridades.

Ensaie mentalmente sua tarefa – Visualize o processo ideal, em vez de ficar obcecado pelos resultados desejados. Imagine-se realizando uma tarefa brilhante e com facilidade. Como você vai se sentir quando as coisas estiverem concluídas? Estará feliz com a nova conquista? Animado com novas perspectivas? Use essas vibrações positivas para se inspirar e manter você focado e inspirado.

Mantenha sua energia para cima – Quando você está em um estado de realização de tarefas, é revigorante permanecer dentro delas. Mas, quando você se força a manter o foco, você fica esgotado e prejudica a sua criatividade e produtividade. Intervalos irregulares entre as tarefas de 5 a 15 minutos podem fazer maravilhas com a sua produtividade.

Não seja multitarefa – Fazer várias coisas ao mesmo tempo ou mudar rapidamente entre as tarefas é o oposto de ser focado. Portanto, escolha uma tarefa importante e se envolva totalmente com ela. Antes de passar para a próxima coisa, faça uma pausa intencional, respire fundo e agradeça pelo que você acabou de realizar.

Aumente sua força de vontade – Foco exige autocontrole e a capacidade de resistir às tentações de curto prazo para ganhos de longo prazo. Por isso, yoga e meditação estão entre as formas mais eficazes para aumentar a sua força de vontade. Aprimorar nossa força de vontade vai nos ajudar a manter o foco em vez de nos distrair com a vibração mental e sentimentos indesejados.

Crie o foco automático – Desenvolva hábitos regulares e rotinas simples para fazer uma tarefa mais naturalmente. Separe as ferramentas que você precisa para complementá-la e escolha um horário específico a cumprir. Quando agir faz parte da sua rotina, resistimos menos. Isso ajuda a preservar o seu espaço, energia e atenção para as tarefas mais difíceis que não são facilmente automatizadas.

Crie um ambiente favorável – Interrupções constantes e distrações desnecessárias tiram completamente o seu foco. Organize seu espaço de trabalho para desencorajar visitas não programadas. Se você deseja concluir um projeto desafiador, desligue seu telefone, e notificações de todos os seus dispositivos. Caso se sentir tentado a ficar olhando seu telefone a todo momento, desligue a internet, ou desligue-o.

Faça atividades físicas – A prática de atividades físicas é um ótimo aliado para manter o foco. Dá resistência e renova as energias do corpo, além de oxigenar o cérebro e clarear os pensamentos. Manter o corpo em movimento só trará benefícios.

Conheça os seus limites – Trabalhar exaustivamente, não se alimentar, criar um isolamento social, tudo isso só fará com que novos desvios do foco sejam criados. O que parece ser uma ferramenta para acelerar o processo e buscar os objetivos mais rápidos, só fará com que você acumule derrotas. Entenda seu corpo, escute o que ele diz. Todas as pessoas são feitas de limites e você precisa obedecer aos seus.

Premiação – Você precisa ser recompensado no percurso para que as atividades não se tornem um fardo. Pense em algo para ser atribuído como um prêmio no final de cada obstáculo percorrido e vencido. Pequenos mimos fazem você gostar mais de você e dão motivação para manter o foco.

Paulo Leme Filho, advogado e palestrante