Conectividade digital é um dos mais importante entre os novos valores das empresas durante a pandemiaWelcome to the HomeStyle shop!

Conectividade digital é um dos mais importante entre os novos valores das empresas durante a pandemia

Feita em parceria com a Culture for Performance, a pesquisa revela que as novas prioridades das empresas, por conta da pandemia, devem continuar no ‘Novo Normal’

São Paulo, 1º de outubro de 2020. Uma pesquisa realizada pela Grant Thornton Brasil, empresa especializada em consultoria e auditoria, e Culture for Performance, empresa especializada em projetos de cultura organizacional, detectou novas prioridades para as empresas após a disseminação da Covid-19. Conectividade digital, atitude positiva, bem-estar dos funcionários (físico, emocional, mental e espiritual), compartilhar informações e comunicação aberta são cinco valores que não apareciam em pesquisas anteriores (pré Covid) e agora estão entre as dez primeiras posições.
Em primeiro lugar no ranking aparece adaptabilidade, com 63%, seguida de conectividade digital (29%), atitude positiva (25%), redução de custos (24%), aprendizagem continuada e bem-estar, com 23%. Completam a lista dos dez primeiros o comprometimento (21%), cautela (20%), compartilhar informações e comunicação aberta, ambos os valores com 19%.
“As pessoas estão enxergando uma clara mudança de valores em função das necessidades impostas pela pandemia. Por isso, esse maior foco nas pessoas (especialmente no seu bem-estar) e a capacidade de se adaptar rapidamente e inovar passam a ser mais importantes do que atingir metas”, avalia Ronaldo Loyola, sócio da área de Capital Humano da Grant Thornton

Ele explica que “durante a crise da Covid-19, as empresas estão tendo de se adaptar mais rapidamente, acelerando a digitalização do seu negócio. Além disso, aumentou a importância da aprendizagem e há uma grande demanda por bem-estar e por comunicação transparente e com significado”.
Os resultados da pesquisa mostram, ainda, que com os desafios impostos pela pandemia lideranças precisam ser desenvolvidas para se adaptarem ao “Novo Normal”, pois não é mais possível contar apenas com suas experiências passadas. Também há uma clara demanda para que as organizações sejam mais humanas e se preocupem com o bem-estar das pessoas. Paralelamente, as empresas vão precisar investir consistentemente em melhorias e cada vez mais buscar soluções criativas, principalmente para situações inusitadas, diferentes.
Segundo os analistas, os avanços em digitalização do negócio, capacidade de adaptação, comunicação e qualidade de vida devem continuar no pós-pandemia, juntamente com as demandas por alianças com parceiros estratégicos e a agilidade, que estavam presentes antes da crise.

A conclusão é que, em um futuro próximo, a inovação deve entrar definitivamente na agenda das empresas. E a busca por resiliência e a descoberta de novas abordagens e formas mais flexíveis de trabalho, baseadas em tecnologia e conectividade digital, passam a ser fundamentais para aumentar o engajamento e incentivar o trabalho colaborativo nas organizações.

Metodologia

A pesquisa foi realizada com 2 mil colaboradores, em todas as regiões do Brasil, entre 19 de junho e 29 de julho deste ano, e procurou entender como a pandemia impactou as organizações e sua cultura, quais as novas prioridades das empresas e funcionários e o que será necessário para essas empresas se adaptarem ao “novo normal”.
O levantamento de dados foi realizado mediante a aplicação de questionário, tomando por base a metodologia criada por Richard Barrett para assessment de cultura organizacional. Esta metodologia é utilizada em cerca de 100 países e tanto Grant Thornton quanto a Culture for Performance possuem profissionais certificados para sua aplicação. No questionário, os respondentes apontaram quais eram os 10 principais valores no período pré-Covid-19, durante a Covid e o que esperam que seja relevante para o período pós-Covid-19.

Informações sobre a amostra:

Amostra: 2.100 respondentes (Brasil)

Período de coleta: 19/Jun a 30/Jul/20

Faixa etária (geração): Z, Y, X e Baby Boomer

Nível hierárquico: estratégico, tático e operacional

Porte da empresa: pequena, média e grande

Origem do capital: nacional x multinacional

Sobre a Grant Thornton 

A Grant Thornton é uma das maiores empresas de auditoria, tributos, consultoria, transações e BPS, com presença em mais de 140 países e um time de mais de 56.000 colaboradores. No Brasil, está presente nos 10 principais centros de negócios do país, atendendo empresas nas mais variadas etapas de crescimento, desde startups a companhias abertas. Com uma forma de trabalho customizada, combinando excelência, relacionamentos produtivos e custo benefício, a Grant Thornton tem como objetivo desbloquear o potencial de crescimento das empresas. Firma-membro da Grant Thornton International Ltda., conta com uma equipe de especialistas experientes e equipes multidisciplinares e acesso global às mais variadas metodologias, ferramentas e profissionais da rede global da Grant Thornton.

Sobre a Culture for Performance

A Culture for Performance é uma empresa especializada em treinamento e consultoria na área de diagnóstico, gestão e transformação de cultura organizacional. É a maior empresa brasileira de certificação na metodologia internacional criada por Richard Barrett para análise de cultura tendo certificado quase 400 profissionais no Brasil e América Latina. Na área de consultoria, a Culture for Performance já realizou mais de 30 projetos em empresas de diversos portes e segmentos no Brasil e na América Latina.

Fonte da Imagem destacada: Pixabay